Páginas

13.11.13

Nunca vi nada parecido

As duas ultimas semanas têm sido de doidos.
Primeiro os dois doentes, bronquiolite.
Podia adoecer um de cada vez, mas não combinaram dar-me cabo dos nervos os dois ao mesmo tempo.
E se o Afonso é uma maravilha para tratar, já o Bernardo é um inferno, xaropes não é com ele.
Ao fim de uma semana com gotas, xaropes de volta á pediatra, não se via melhoras nenhumas, bem pelo contrario.
Medicação anterior retirada, vapores e fisioterapia (por aqui usa-se em bebes, neste tipo de doenças).
Afonso prontinho para outra, Bernardo continua um inferno, vapores é meia hora de gritos até que acaba por adormecer! Fisioterapia outro inferno, mas que se nota melhoras lá isso nota, de dia para dia.
Mas desde que ficou doente fez uma coisa que eu nunca pensei que alguma vez acontecesse, rejeita a mama e o biberão.
Ele era doido, tanto por mama como pelo biberão e da noite para o dia deixou!
Já tentei de tudo, já me passou tudo pela cabeça e não sei o que faça e o que pense!

31.10.13

Halloween

O primeiro do B.
O Afonso queria ser um vampiro. Assim foi feita a sua vontade.
O B. não podia ficar de fora. Vi e gostei da ideia da abóbora!

23.10.13

6 meses

Entre bolacha maria e maça crua.

Este meu Afonso é único

Pega no comando, muda de canal.
Vai ao frigorifico buscar água, chamo-o para jantar.
Senta-se na mesa, jantamos.
Procuramos o comando para mudar de canal, corremos tudo viramos a sala de pernas pró ar.
E comando nem vê-lo.
O pai começa a bufar, dá voltas e voltas e nada.
Faz-se luz, o pai abre o frigorifico e.... estava lá o comando.

Ai o esqueleto

Ando estafada, esgotada!
Preciso de férias urgentemente, e das grandes de meses!

De santo a diabinho

Prestes a fazer seis meses e começa a mostrar o seu mau feitio.
É um reguila, só quer brincadeira.
Aprendeu a virar-se de barriga para baixo e não para!
Rebola para um lado, rebola para o outro.
Levanta o cu e corre a cama toda, só para quando "bate" na parede.
É um inferno para vestir, não para sossegado.
A tomar banho só quer fazer chiqueiro, é água por todo o lado. Ora dá as pernas, ora dá ás mãos.
A comer continua a ser um bom garfo. Até dá gosto!
Para dormir é que deixou de ser uma maravilha e passou a ser um inferno. só se quer virar, brincar, rir!
Dormir é coisa que não lhe interessa.
E já passaram seis meses! A correr!

7.10.13

Vale mais manter um burro a pão de ló

É bem verdade, se com o Afonso a alimentação foi/é complicada, já com o Bernardo é ao contrário.
Come que é uma maravilha. Está sempre pronto para abrir a boca.
Começamos a sopa á coisa de um mês e se bem me lembro só houve um dia em que não comeu tudo.
A fruta é um vês que te avias. E ontem começamos a papa.
No inico achei que tinha feito de mais, e que metade ia para o lixo, mas nada disso!
comeu tudinho e quando acabou ainda fez beicinha.

Andei cinco anos a queixar-me de um filho que era um inferno para comer e agora calha-me na rifa um que chora para comer...

Bom, muito bom...

2.10.13

Valha-me Santo António

Desde quinta-feira andava com o coração apertadinho.
O Bernardo é uma criança muito bem disposta, sorridente, danadinho para a brincadeira!
E desde quinta-feira que isso mudou, ficou murchinho, chorava por tudo e por nada. Coisa que só acontece para dormir e nem sempre!

Ontem já estava melhor, mas mesmo assim hoje de manhã peguei nele e fui á pediatra.
Cheguei e avisei que só ia para ela me confirmar que ele não tinha nada.
Ela riu-se e disse-me que nem parecia que já tinha um filho.
Até posso ter dez, mas vou ser sempre assim. Coração apertadinho. 24h sobre 24h, 7 dias por semana.

Passei dez minutos com ela a gozar comigo, do género, [mãe os ouvidos estão ótimos], [mãe a garganta está maravilhosa],[ mãe os pulmões não podiam estar melhor].

E termina [mãe dois debaixo já saltaram e já vêm mais dois de cima a caminho. Vê como está a gengiva?]

Ela gozou comigo, da minha aflição, pelo choro diferente, pela a ausência do riso permanente,da brincadeira, mas que sai de lá aliviada isso saí.

A vida ensinou-me que eu sou o outro dos outros e as coisas más não acontecem só aos outros.
E todo o cuidado é pouco, e sempre que achar que algo se passa com os meus filhos eu vou correr novamente para o consultório.

Não me importo de ter que pagar consulta mas ter a certeza de que estão bem, que apenas é uma ligeira indisposição sem gravidade, neste caso mais dentes prontinhos a conhecer a luz do dia.

E ainda á uma semana chegaram os dois primeiros e já lá vêm mais dois, não dá para dar uma folguinha. [mãe e criança agradecem, tá?]


                                                                                                                            8100kg

26.9.13

Os comentários

Foram á vida!
Boa...
Eu sou do melhor!
Em vez dos publicar eliminei!
Que maravilha...

Preciso de férias! :)

24.9.13

23.9.13

Pesamos e medimos

aos cinco meses
 
7940kg
 
68cm

Cinco meses tão bons



Está um amor!
Gordo que só ele!
Simpático, muito muito.
Brincalhão, adoro mãos e pés na boca.
Falador [guinchos], muitos e altos.
Fica sentado sozinho por segundos.
Os dentinhos andam a dar o ar da sua graça.
Adora o banho, Já tem o cumprimento da mesma e adora ficar deitado.
Na gosta de estar sentado nem deitado.
Adora estar de pé.
Começou as sopas à duas semanas  portando-se muito bem.
De fruta [maça], já têm quatro dias e adorou.
Acorda duas, três vezes por noite mas volta a adormecer com facilidade
Faz birra para adormecer!
Está lindo, lindo!
Amo-o cada vez mais a cada dia que passa!

19.9.13

A melhor do Afonso


Durante o banho ele mexia nos testículos, e perguntou-me:

- mãe estas bolinhas que aqui tenho são legumes?

parei, bloqueei e desatei a rir!

Enquanto me lembrar, o banho não será mais a mesma coisa!!!

30.8.13

faltam

só algumas horas para fugir por duas semanas deste país que eu ODEIO!

Aleluia

Temos vestido.
Vesti mais de 30.
Uns largos, outros apertados.
Sei lá, já não me lembro nem de metade.

Vou de preto, pela primeira vez comprei um vestido preto [não sou fã da cor], e vou fazer uma coisa que digo que não se faz; não se vai de preto a casamentos. Mas isto é o que eu digo.
E lá diz o ditado "olha para o que eu digo não para o que eu faço".

Foi mesmo a ultima opção, corri todas as lojas e mais algumas.
Lojas que nem conhecia outras onde nunca tinha entrado.
E encontrar, encontrei coisas muito giras. Mas de inverno, nada apropriado para o tempo que está em Portugal.

Mas como diria a minha tia "com um vestido preto nunca me comprometo", e vamos ver no que é que vai dar.

mãe - só mais uma