Páginas

29.11.11

Desisti...

Não, não desisti da vida, de mim, do meu filho.

Desisti de andar stressada com a alimentação do Afonso.
Não consigo perceber o que aconteceu, mas ao fim de falar hoje com a pediatra tenho a certeza que aconteceu * alguma coisa. O quê é que eu não sei.
Acabou o tormento das horas de refeição, já a muito tempo que não sei/sabemos o que é comer em sossego, em paz.
Ora ele chora, ora grita, ora esperneia.
A única coisa que vai é mesmo a sopa, e se mete na cabeça que não quer puxa o vómito e vomita mesmo.
Quase que adivinhava o que a pediatra ia dizer mas não queria tomar nenhuma decisão sem ouvi-la.
Sai da consulta muito mais aliviada, por chegar-mos á conclusão de que é uma fase, devido a uma suposta mudança. E não é nada de doença.
A partir de agora se ele quiser comer, come, senão quiser fica. Acabou foi o inferno no que tornou as horas de refeição.
Se não come carne normalmente, colocamos na sopa, quem diz carne diz peixe.
Não come de uma maneira demos a volta por outro lado!
E hoje desisti de insistir, e sim, sinto-me aliviada!



*ambas achamos que a mudança de escola e rotina influenciou!


1 comentário:

Marina disse...

Fazes bem, embora não seja fácil, pois queremos sempre que comam mais alguma coisa... Beijinho