Páginas

18.8.09

mudanças


mas que grandes mudanças....



o papá já regressou ao trabalho e as ferias tiveram que ser mesmo caseiras, a procura urgente de nova casa obrigou-nos a ficar por cá, e ao fim de tanto procurar um emprego, do dia para a noite parece que apareceu - mas quando for certinho falo mais sobre o assunto.



A dois dias das ferias do papa acabarem encontramos uma casa - finalmente. Agora é mais uma dor de cabeça, tratar agua, luz, gás, encaixotar tudo e voltar a desencaixotar - conclusão detesto mudanças, mas estas têm mesmo que ser, e não serão as ultimas, as ultimas só serão quando comprarmos.



O apartamento que queríamos foi vendido, um T3 dúplex, mas estão a começar a ser construidos uns ao lado iguais, vamos acreditar que daqui a dois anos, vai la estar um T3 dúplex novinho em folha para nos, e ai vou ter todo o gosto de fazer mudanças.



O feijoca começa amanha novamente na escolinha, e acho que não vai ser fácil, mas têm mesmo que ser, visto eu voltar ao mundo do trabalho - não é que ser mãe a tempo inteiro não se trabalha, porque trabalha-se e muito.



Se por um lado estou contente por em principio ir trabalhar por outro só me apetece chorar, parece que vou cortar a corrente com a minha cria, vou deixar de poder ficar com ele sempre que quero e posso, deixar de dar uns belos passeios matinais, entre muitas outras coisas que quem é mãe a tempo inteiro se pode dar ao luxo de fazer.



Queria poder ter o poder de fazer parar o tempo, sim porque se neste momento estou a sentir isto, daqui a meia dúzia de anos, vou sentir-me exactamente igual ou ainda pior, quando o feijoca quiser só estar com os amigos e a casa dos papas só servir para comer e dormir.



Sou uma mãe galinha assumida e por mim ele nunca saia debaixo das minhas asas....



mas a vida é mesmo......

2 comentários:

Patrícia disse...

Ser mãe a 100% era o que eu gostaria mesmo de ser, essa coisa de se sentir realizado profissinalmente a mim não me diz nada podia muito bem viver so para os filhos e quando fosse velha e eles so quisessem a casa dos papás para dormirem qui o s velhotes iam fazer umas belas de umas viagem...era preciso a malta ser rica isso é que era

Mãe e Pai Borboleta... disse...

Pois é minha amiga...ser mãe é isso mesmo...(SER MUUUUUUUUUUUUITO GALINHA...!) eu confesso que tambem o sou. Mas tenho a sorte de poder ficar com a minha filhota a tempo inteiro em casa e não ir trabalhar...Mas tem calma, logo te habituas...sim? beijokinhas