Páginas

13.8.10

e como alguém diria

Obrigado, obrigado, obrigado


Á nove anos atrás tinha um objectivo, meti-me nele mas desisti... perdi-me pelo caminho.

Novamente á quatro anos atrás voltei a ter o mesmo objectivo e novamente desisti... perdi-me novamente pelo caminho.

Á coisa de meia dúzia de meses, voltei a ter o mesmo objectivo... mas desta vez, houve um mas...

Não desisti e não me perdi pelo caminho.

Considero-me uma pessoa feliz, não todos os dias, mas na maior parte deles, para mim a felicidade não têm definição, e é feita de acontecimentos... e têm vários níveis, e chegar ao topo da felicidade cheguei no dia em que o meu filho nasceu. Foi o topo da minha felicidade, que não haveria igual, que é indescritível. Mas hoje por incrível que parece voltei a viver algo que para uns é tão simples, mas para mim é uma realização, que cala a boca de todos aqueles que me deitaram a baixo, quando no fundo o que precisava era de uma palavra de conforto, para todos aqueles que me criticaram em vez de me incentivar.

E hoje e senti novamente uma felicidade que não da para explicar, jamais comparada com o nascimento do meu filho, mas tão grande, tão grande que nem sabia bem se havia de chorar ou de rir.

Hoje dia 13 de Agosto de 2010, fui encartada, e além de um objectivo alcançado, tem um saborzinho diferente por calar as bocas sujas de quem nunca acreditou em mim...





A ti mãe: obrigado por estares sempre comigo, obrigado por seres como és, obrigado por me dares sempre a mão, obrigado por acreditares que eu conseguia, por tudo isto e muito mais Obrigado!

e a si minha sogra, um eterno bem haja....

2 comentários:

Marina disse...

Parabéns! Afinal esta sexta 13 foi um dia de sorte! ;) Bjs

Vera R. disse...

Parabéns...tb tirei a carta num dia 13.

Beijinhos e boas voltinhas por aí!!