Páginas

10.9.10

e esta noite

passei-a em claro.
chegamos do porto já eram 4h da manha.
o Afonso adormeceu pelo caminho mesmo antes de chegarmos ao aeroporto.
depois nao consegui adormecer á espera que o telemovel toca-se para ouvir "já cheguei".
eram seis da manha quando ele tocou e ai pensei que ia conseguir dormir, mas nao, continuei acordada.
o sono nao apareceu.
se doi? doi muito. nao doi a perna, nem o braço. mas sim, doi por dentro e muito.
ontem ao ver o J. a entrar aquelas portas senti mais do que nunca que a partir daquele momento uma nova vida esperava por mim.
que daqui a uns meses eram eu que ia com o Afonso, e que me aguardava uma vida nova, bem diferente daquela que sempre tive.
longe da minha terrinha, longe dos meus, longe do meu portugal...
agora so tenho que aguardar, tentar ocupar o tempo para a dor nao se sentir tanto e tentar transmitir algo de bom ao Afonso.

2 comentários:

Mami ( Sónia ) disse...

Força para conseguires passar esta fase. Pensa que dentro de pouco tempo vão estar todos juntos de novo.
Beijinhos

Mãe e Pai Borboleta... disse...

Mas vais embora de portugal? Vais imigrar? Pondera bem querida...

Beijokas